Opinião

Rankings: O que é o sucesso?

16 de Fevereiro de 2018

Saíram recentemente os ranking das escolas. Nos órgãos de comunicação social, foi possível ver uma hierarquia de escolas de acordo com as notas que os alunos tiveram. Outro ranking foi o das escolas em que os alunos mais subiram as notas.

Não quero aprofundar se este tipo de comparação é útil. Sinceramente, tenho muitas dúvida destas comparações entre escolas com contextos muito diferentes.

Neste artigo, quero salientar um exemplo que me deixou a refletir. O Observador foi à escola onde os alunos mais subiram as notas. Não é a primeira na classificação, mas aquela com maior subida de notas. É possível ver um vídeo com os alunos a falarem da sua escola. Eles escrevem num quadro o que mais o marcou e falam, claro, das amizades que fizeram. Mas muitos, talvez a maioria, fala da relação próxima que estabelecem com os professores e funcionários, das turmas pequenas, de haver sempre alguém que pergunta o que se passa se chegam com cara triste ou se tiram uma nota má. Há sempre alguém atento, preocupado. Isso, sim marcou-me. São adolescentes e elogiam professores e auxiliares. Dizem-se acarinhados.

A escola é em Barroselas, que eu, sinceramente, não sabia onde ficava. Já agora, Barroselas é uma vila, em Viana do Castelo. E fiquei muito feliz por saber que esta escola existe. Acredito que haverá outras assim, públicas, onde os nossos filhos são felizes e os professores e auxiliares se preocupam com eles como pessoas e não apenas como absorvedores e depósito de conhecimento. Isto cria relação, prepara-os para a vida. A escola também é isto. E pelo que mostra esta classificação isto tem impacto na aprendizagem. Pelo menos, este ano acho que há algo bom nesta hierarquia de escolas. Pude conhecer a escola de Barroselas. 

Podem ver o vídeo aqui.