Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais
Notícias

12/Nov

- «Doze minutos de Céu»: autor da PAULUS encontra-se com o Papa!

O Pe. João Luís Silva, sacerdote de Évora e autor da PAULUS Editora, encontrou-se com o Papa Francisco em Roma, numa audiência privada. O organizador da obra Todos os caminhos vão dar a Tua Casa, descreve o encontro como: «foram 12 minutos de Céu».
O Pe. João, que tem uma devoção especial a Nossa Senhora – como atestam as várias obras publicadas pela PAULUS Editora – aproveitou a oportunidade para que o Papa abençoasse uma imagem mariana. Trata-se de uma Senhora do Coração Orante. «A Senhora que oferece o seu Coração a Deus e n’Ele acolhe toda a Humanidade.» O Pe. João Luís explica que «diante desta imagem a Arquidiocese de Évora quer continuar a missão de Santa Jacinta Marto, rezar pelo Papa e pela Igreja, correspondendo e dando continuidade à visão que teve na Loca do Cabeço».

O Papa, que segundo o autor da PAULUS, estava de «sorriso rasgado», abençoou aquela imagem e partilhou: «Alegro-me muito. A imagem é muito bonita. Fico feliz. É importante que se reze pelo Papa. Rezem o terço, é a oração universal.» Esta imagem será, posteriormente, colocada à veneração pública dos fiéis numa capela que há se ser construída em Montargil, onde o Pe. João Silva é pároco.
O autor da PAULUS Editora acrescenta que Francisco ainda abençoou alguns objetos religiosos. Não se negou, explica o Pe. João Luís, a colocar na cabeça um solidéu que o sacerdote comprou. O Papa, referiu o sacerdote, «pegou nele colocou na sua cabeça fez uma oração e perguntou-me: “quer que assine?” Fiquei sem fôlego e respondi: “sim, sim Santo Padre”. Saiu para procurar uma esferográfica e voltou com a assinatura feita».
O encontro do Pe. João Luís Silva foi organizado por Francisco Marques, um seminarista de origem portuguesa a estudar em Roma, «amigo pessoal do Santo Padre». Aconteceu na tarde do dia 26 de outubro, na Casa de Santa Marta, residência do Papa Francisco. Uma data que o Pe. João considera providencial, já que «teve lugar 13 dias após o centenário da primeira Eucaristia celebrada no recinto da capelinha das aparições e também no dia do 96.º Aniversário da chegada da Irmã Lúcia a Pontevedra – Espanha onde tiveram lugar as Aparições do Imaculado Coração de Maria».
O encontro ficou registado em várias fotografias, onde se vê o Papa e o Pe. João Luís, autor de várias obras publicadas pela PAULUS: Corrente de oração pelo Papa, Ai que senhora tão bonita!, Peregrinos da tua Capelinha ou Cartas que a oração escreveu.