Notícias

04/Fev

- Pe. Valdir é o novo superior-geral dos Paulistas

Os membros do X Capítulo Geral da Sociedade São Paulo, reunidos em Roma, escolheram hoje, quarta-feira, à segunda votação, o Pe. Valdir José de Castro, como o superior geral para liderar a congregação fundada pelo Beato Tiago Alberione nos próximos seis anos. O sacerdote brasileiro é o 7º superior geral sucessor do Beato Alberione, e o primeiro não italiano a ser escolhido para o cargo.Curiosamente, o Pe. Valdir, natural de São Paulo, no Brasil, vem da primeira comunidade fundada pelos paulistas fora da Europa, que foi no Brasil, em 1931. Esta "saída às periferias" recaiu na figura de um sacerdote de 53 anos bastante experiente. O Pe. Valdir desempenhava as funções de superior provincial do Brasil, mas já tinha sido superior provincial da Argentina, antes de assumir este papel no Brasil, e era também diretor da Faculdade de Comunicação e Tecnologia dos Paulistas no Brasil. O seu tempo de superior provincial na Argentina é contemporâneo do tempo do Cardeal Bergoglio, hoje Papa Francisco, à frente da diocese de Buenos Aires, e os dois tiveram alguns encontros.

No primeiro dia de votações no Capítulo dos paulistas, o Pe. Valdir foi eleito logo à 2ª votação, uma rapidez invulgar na congregação. «Não costuma ser uma eleição tão rápida, de facto. É sinal da grande comunhão que existe em todos os membros da assembleia capitular», refere o Pe. José Carlos Nunes, superior regional de Portugal e membro do Capítulo, à Família Cristã.

Feita esta eleição, o Pe. Valdir já aceitou o cargo e já tomou posse numa pequena cerimónia de profissão de fé. Os trabalhos do capítulo passarão, a partir de agora, a serem presididos pelo superior geral, nomeadamente as eleições de conselheiros que se seguem e a posterior aprovação do documento programático para os próximos seis anos. «Serão eleitos seis conselheiros, um de cada vez, sendo que só poderão haver quatro votações por dia», explica o Pe. José Carlos Nunes, que referiu que, ao tomar posse, o Pe. Valdir saudou todos os membros capitulares e afirmou que pretende, «com a ajuda de Deus e dos irmãos», «levar a congregação para a esperança».

No final da tomada de posse, e durante as saudações, o Pe. José Carlos saudou o novo superior geral, que conhece bem o nosso país, em virtude já cá ter estado em diversas ocasiões para realizar retiros e formações. «Manifestei a minha alegria pela sua eleição, já que conhece tão bem o nosso país, e disse-lhe que iria confiar a sua pessoa e o seu mandato a Nossa Sra de Fátima, ao que ele sorriu e agradeceu», contou o sacerdote português.