Notícias

06/Jun

- «Contra a Eutanásia» junta dezenas de pessoas

A Feira do Livro de Lisboa juntou dezenas de pessoas, entre as quais os médicos Gentil Martins e Germano de Sousa, para a apresentação do livro Contra a Eutanásia. Este evento marcou o relançamento da Multinova como editora ao serviço da sociedade e da cultura.

O Pe. José Carlos Nunes, presidente do Conselho de Administração da Multinova – Editores e Livreiros, destacou a importância deste lançamento, uma vez que «não editava nenhum livro há mais de uma década». Os temas que irão acompanhar o renascer da Multinova como editora são aqueles que estavam na sua origem: «livros com valores humanos e cristãos que ajudam a criar uma sociedade mais humana, mais justa, mais fraterna», referiu.

Sobre o livro Contra a Eutanásia, Luís Paulino Pereira, médico e autor do prefácio, disse que a obra «é um verdadeiro apelo à vida de um indivíduo que se diz agnóstico. E de que forma faz um apelo à vida? Primeiro, citando as verdadeiras maravilhas da medicina. Depois, tudo aquilo que é preciso fazer para preservar a vida.» Luís Paulino Pereira refere que o livro tem uma linguagem acessível, «que toda a gente entende» e deixou um incentivo a que todos leiam o livro para que cada um tire as suas conclusões.
 
O livro Contra a Eutanásia é escrito em estilo de entrevista com Lucien Isräel, um não-crente e homem da ciência. Este francês foi médico e professor universitário de Pneumologia e Oncologia. Deu aulas em França, Estados Unidos da América, Canadá e Japão. Fez parte também de várias organizações da área da oncologia e da investigação, chegando mesmo a fundar o Laboratório de Oncologia Celular e Molecular Humana, em Paris. Foi membro da Academia de Ciências de Nova Iorque.