Notícias

03/Jul

- Biblioteca São Paulo vence prémio de arquitetura

A Biblioteca São Paulo é a vencedora dos prémios FAD de arquitetura 2015, na categoria de interiores. Propriedade da Sociedade SÃO PAULO, a biblioteca está situada em Apelação (Loures), na Quinta Rainha dos Apóstolos, onde funciona a PAULUS Editora. O projeto é de autoria dos arquitetos Patrícia Marques e J. Paulo Costa, do gabinete Site Specific. Os prémios foram entregues esta quinta-feira numa cerimónia que aconteceu em Barcelona.

Segundo o júri o projeto da Biblioteca São Paulo proporcionou a «criação de um ambiente de recolhimento envolvente, simples, sereno e muito propício à leitura e estudo.» A avaliação dos jurados salienta que «a luz , os materiais escolhidos, as texturas e cores são a base da sábia intenção arquitetónica que, com sensibilidade e inteligência, interpreta as necessidades espirituais da comunidade religiosa.»

Para Patrícia Marques, uma das arquitetas que assina o projeto vencedor, este prémio é muito significativo uma vez que é o reconhecimento pelos pares. «Atualmente há muitos prémios por votação, no entanto este prémio é entregue por um júri constituído por arquitetos ibéricos», refere. É por isso um motivo de grande satisfação para os autores do projeto, uma vez que é uma «forma de divulgação do trabalho, mas também de grande prestigio». Esta foi a primeira vez que os arquitetos Patrícia Marques e J. Paulo Costa venceram um dos prémios FAD de arquitetura. Mas para o ano voltam a participar, desta vez com a Capela Jesus Mestre. Um espaço situado no mesmo edifício onde está instalada a biblioteca vencedora e que foi inaugurado no dia 1 novembro pelo Cardeal-Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente.

O Pe. José Carlos Nunes refere que é uma alegria muito grande que os arquitetos tenham recebido este prémio a partir de uma encomenda da Sociedade São Paulo. «Sempre quisemos um espaço que não fosse um museu de livros, mas sim, um espaço em que os livros deem vida à nossa missão», refere. Para o superior regional da Sociedade São Paulo, os arquitetos Patrícia Marques e J. Paulo Costa conseguiram captar qual era o intuito que a congregação queria dar ao espaço. «A biblioteca é um espaço polivalente e para além de um local com as condições necessárias para o estudo, é também um local de reuniões para tomadas de decisões importantes da Sociedade São Paulo e da Paulus Editora. Na agora premiada biblioteca São Paulo, já aconteceram duas assembleias regionais dos Paulistas portugueses e uma assembleia europeia, que contou a a presença dos superiores Paulistas da Europa.

Os prémios FAD de arquitetura são considerados os mais importantes da área na Península Ibérica. Em 2015, 458 obras foram submetidas a concurso, em cinco categorias (arquitetura, interiores, cidade e paisagem, intervenções efémeras e pensamento e crítica). http://arquinfad.org/premisfad/